Empreendedorismo: conceito e visão histórica (Parte 1)
conceito e visão histórica (parte 1)

Empreendedorismo

O que significa empreendedorismo? Quão novo é o conceito? Independente das questões é importante debater a etimologia da palavra: a origem remonta ao francês entreprendre (empreender). Empreender, no Dicionário Priberam, significa simplesmente intentar, tomar iniciativa ou originar efeito fruto de uma ação.

De per si, etimologicamente, empreender é um conceito lato; logo, expetável na sua definição. Shane e Venkataraman (2000) definem empreendedorismo como atividade de descobrir, avaliar e explorar oportunidades para introduzir produtos/serviços, organizar processos ou materiais não existentes; e, Watson (2001) adiciona a estratégia ao processo. Pois, motivações inerentes à inovação dependem de criar a ideia, operacionalizar e comercializar.

Martin e Osberg (2007) defendem que empreender depende da proposta de valor em si e perceção societal. Dado o impacto da tecnologia, autores como Ferreira et al. (2016) argumentam que esta permite explorar oportunidades de forma mais célere. Tal abordagem é fruto da influência de Sillicon Valley, pois exemplos como Google, Facebook, etc. configuram a associação. Mas, é importante não olvidar que se empreende socialmente ou de outras formas.

Se empreendedorismo é uma tendência global e a buzzword da década à luz do discurso político, estratégias e marketing, será este algo verdadeiramente inovador?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Procura algo semelhante? Fale connosco!

Nome *

Email *

Contacto *

Quer deixar algumas palavras adicionais? *

* isto apenas significa que é obrigado a escrever qualquer coisa