MaiDot

Pitch, questões não tradicionais

Após explicarmos o que é um pitch, como apresenta-lo, as principais questões específicas e as questões tradicionais, terminamos este assunto com as questões não tradicionais. Estas resumem o rol de experiências pessoais enquanto empreendedor e interessado, contudo é vital ter consciência sobre perguntas “surpresa”.

a) Quem acredita em ti e como contratar essas pessoas?
Os investidores querem perceber se existem mentores no processo, pois confiança de outros na ideia/produto/serviços e competências do empreendedor é entendível como positivo.

b) Que empreendedores te admiram e porquê?
Mesmo que não aconteça no pitch em momentos de networking pode ocorrer. Uma possível resposta é a resiliência, atitude proativa ou cooperativa!
c) Conta uma história sobre a utilização do produto/serviço?
Apesar de constar na apresentação quando o investidor questiona é sinónimo de conexão emocional. Quando se comete o erro de principiante de não a incluir é uma excelente hipótese para o fazer.

d) Como analisas tendências no mercado de atuação?
Tentativa dos investidores analisarem qual o verdadeiro conhecimento do empreendedor e, como pesquisa/analisa fruto da constante mudança.

e) Como será o mercado a 5 anos com a inclusão do teu produto/serviço?
Oportunidade de transmitir não só o conhecimento do mercado, mas também uma história envolvente para explicitar a visão futura do teu produto/serviço (ramificações).

f) O negócio é escalável com menos investimento?
Os investidores intentam entender diferentes opções e quais os cenários dissonantes traçados para aferir melhor o desempenho económico-financeiro do projeto.

g) Que erros cometeste (ou maior falhanço) até ao momento e, o que aprendeste?
O investidor quer entender o grau de resiliência e confiança do empreendedor, assim como, forma de apresentar o valor acrescentado gerado de per si (enquanto recurso humano).

h) Já foste despedido ou despediste-te de um emprego estável?
O intuito não é deixar o empreendedor desconfortável, mas entender a personalidade deste. I.e., um indivíduo despedido ou que se despeça de uma posição estável é resiliente e não receia arriscar. Por exemplo, conheço um investidor que dá primazia a empreendedores que tenham passado por processos similares.

 i) E se daqui a três/cinco anos não for a pessoa correta para liderar a empresa?
Os investidores tentam perceber a personalidade do empreendedor e a sua capacidade de lidar com as suas fraquezas. Ou seja, um verdadeiro líder rodeia-se da equipa correta de modo a obter ajuda e delegar funções.

j) E se um concorrente ou outro grupo apresentar proposta de aquisição?
A resposta do empreendedor tem de ser assertiva e demonstrativa de aceitar ou não tal opção estratégica. Com isto, o investidor deseja entender a personalidade (resiliência e gosto pelo risco) do empreendedor.

Uma vez que podem ainda existir outras questões decorrentes do pitch ou do investidor, podem colocar nos comentários quais as perguntas que acham que também devem ser preparadas.

 

Adicionar comentário

Ao continuar a utilizar este site, concorda com a política de cookies. mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close